22abr

Vivencio as duas faces desta nova era da geração de conteúdo:
Em alguns momentos sou protagonista, escrevendo artigos, reflexões e posicionamentos a respeito de determinados assuntos, em outros, passo a ser consumidora de vários conteúdos.

Eu amo escrever, fico muito feliz quando meus artigos recebem visualizações e comentários, sinto que minhas ideias fazem sentido para outras pessoas e isso é gratificante.
Por outro lado, como consumidora de conteúdo, ando me sentindo bombardeada por todos os lados, o excesso de informação vem me sufocando.Facebook, LinkedIn, blogs, livros físicos, ebooks, um turbilhão de e-mails recebidos nas contas pessoal e corporativa. A cada instante chegam mais e mais informações, todas com seu valor e relevância, mas é humanamente impossível absorver tanto conhecimento e ainda trabalhar, estudar, cuidar dos filhos, cachorro, papagaio, etc…

Gente, qual será a causa da nossa ansiedade crônica? Será que estamos nos concentrando no que realmente é necessário?

Esses dias, uma colega de trabalho comentou comigo que estava assistindo um vídeo sobre administração do tempo, sobre como gastamos nossa energia decidindo milhões de ações durante o dia. Qualquer decisão, seja ela ler, não ler agora ou deletar um e-mail acaba descarregando nossa bateria. Aí você se dá conta que nem terminou o dia e já está improdutivo, inquieto e com uma frustrante pergunta martelando sua cabeça: o que eu fiz hoje?

Fazer poucas e boas escolhas
Pensei em algumas alternativas para eliminar essa avalanche de informações que insistem em me atormentar:

– Descadastrei todas as newsletters de diversos sites que achei interessantes e em algum momento acabei me cadastrando;
– No LinkedIn e Facebook sigo apenas pessoas que contribuem com informação nutritiva e relevante;
– Procuro fechar o Outlook para focar totalmente no meu plano de atividades para o dia;
– Escolhi UM livro para ler, quando eu acabar começo outro.

Não roube o tempo e o foco das outras pessoas
Gosto muito de ouvir Podcast, hoje escutei um episódio do “Lider HD com Michael Oliveira” com o tema: Ladrões do Tempo! Michael comenta sobre a importância das pessoas utilizarem sua capacidade de SÍNTESE ao escrever um e-mail. Sejamos diretos e objetivos ao escrever a outras pessoas, ninguém tem mais tempo para ler parágrafos e mais parágrafos de explicações e argumentações – se o conteúdo for extenso, complexo e importante, marque uma ligação ou uma BREVE reunião pessoal.

Precisamos de disciplina e foco, nosso tempo é limitado e deve ser usado com SABEDORIA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.